Céad mille fáilte!

CONSULTA DO ORÁCULO

Pesquisa
Menu Principal
LIVRO

BRUMAS DO TEMPO
Poesias, pensamento e ritos druídicos - livro na versão impresso ou e-book.
Vendas: clique aqui.
Links

Agradecimentos:
Aon Celtic Art
Licença Creative Commons

SmartSection is developed by The SmartFactory (http://www.smartfactory.ca), a division of INBOX Solutions (http://inboxinternational.com)

Belenos e Beltane

Publicado por Rowena em 12/1/2013 (1685 leituras)

Dois textos que contribuem para a compreensão de Belenos e do Beltane.

1- Belenuntia, “meimendro, apolinária”.

Registrada pelo pseudo-Dioscórides (4.68): “hyosky´amos… Gálloi belenoúntian” e pelo pseudo-Apuleio. Deriva provavelmente de Belenos, o Apolo gaulês que é um deus curador, exatamente como em latim “apollinaris” designa o meimendro (en francês “herbe de Sainte Apolline” ["erva de Santa Apolônia"]).

O pseudo-Aristóteles (“De plantis”, 7.821) cita a palavra “belenion” como uma planta venenosa, que poderia ser uma palavra gaulesa e que parece ainda existir no espanhol “beleño”, “meimendro”, ML no. 1022. Trata-se de uma planta tóxica com efeitos alucinógenos utilizada desde a mais alta Antiguidade, bem como na Idade Média, quando era considerada a planta da feitiçaria por excelência.

Encontra-se a mesma raiz para designar o meimendro em germânico e eslavo: alto alemão antigo “bilisa” (alemão moderno “Bilsenkraut”), baixo alemão antigo “bilina”, anglo-saxão “beolone”, russo “belená”, polonês “bielun´, etc. Edgar Plomé, JIES, vol. 18, 3-4 (1990), 334-35, vê nessa palavra um termo do substrato pré-indo-europeu do norte da Europa. LEW I 99, J. André, “Noms de plantes gaulois”, P. Schijver ZcPh 51 (1999), 17-45.

Delamarre, Xavier. Dictionaire de la Langue Gauloise; une approche linguistique du vieux-celtique continental. Errance, Paris, 2003, p. 71 (minha tradução).

Meimendro negro: Hyosciamus niger, black henbane, beleño negro, hierba loca, jusquiame noire, herba Apollinaris (erva de Apolo), belenuntia, belenion.

Quem quiser pesquisar o uso do meimendro negro nas culturas antigas, do Egito à China, passando por Babilônia e Grécia, não encontrará grandes dificuldades.

Apolo é o patrono divino da medicina, assim como da profecia, portanto um “iluminador”. A mesma posição ocupava Belenos entre os gauleses: iluminador, não necessariamente solar (entender iluminador como igual a solar é simplificação), e também curador. Novamente como Apolo, talvez por meio sonhos, visões e peregrinações espirituais. Que papel poderia desempenhar a erva belenuntia nesse processo?

2– Belltaine .i. beil-tine .i. tene bil .i. da tene soinmech dognitis na draithe co tincetlaib moraib foraib 7 doberdis na cetra etarro ar tedmanduib cecha bliadna.

Belltaine, isto é, beil-tine, isto é, fogo [tene] afortunado [bil], isto é, dois fogos que os druidas costumavam fazer com grandes encantamentos e costumavam trazer o gado, [como proteção] contra as doenças de cada ano, a esses fogos.

Sanais Cormaic, “Glossário de Cormac” (versão: Leabhar Buidhe Lecain, “Livro Amarelo de Lecan”) idem.

Os fogos de Beltane não eram fogos de fertilidade. Eram fogos de purificação (dos miasmas da estação escura, período em que o gado esteve aprisionado) e de proteção (contra quaisquer enfermidades que a estação luminosa pudesse trazer).

Bellouesus /|\

Leia também: Sugestão para celebrar Beltane

Bellouesus Isarnos
Assim, considera-te recepcionado, com meus votos de encontrares aqui algo que desperte teu interesse ou, na pior das hipóteses, não te entedie.

Bellodunon:
www.bellodunon.wordpress.com
Nemeton Beleni:
www.nemetonbeleni.wordpress.com
Scribd:
http://pt.scribd.com/Bellovesos

Veja em artigo em formato PDF Imprimir artigo Enviar artigo
0 Comentário(s)

Direitos Autorais

A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referências bibliográficas e endereços de sites, usados na pesquisa dos artigos, clique aqui.


Navegue pelos artigos
Artigo prévio A Terra Céltica Continental Nemeton, o Bosque Sagrado Próximo artigo
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Artigos do Site
Para o proveito daqueles que não estão familiarizados com o que fazemos na ordem ADF - Ár nDraíocht Féin, permitam-me explicar rapidamente nossa cosmologia e o que esperamos alcançar em nosso ritual.
O Ogham é um alfabeto oracular, de origem celta, encontrado na Irlanda e Grã-Bretanha. O nome das letras ogâmicas é "fid" (singular) e "feda" (plural) em irlandês antigo. No irlandês moderno são: "fiodh" e "feadha" - que são palavras traduzidas como "madeira" e "bosque".
A meditação é fundamental ao autoconhecimento, no aprofundamento do caminho druídico e no contato com o divino, para alcançarmos o equilíbrio físico, mental e espiritual.

Go raibh maith agat... Obrigado!