Início Login     

A Voz da Macieira

Enviado em 30/05/2012 (3315 leituras)

Macieira to sbia que veio me despertar.
Ela em sua forma de Me,
Voz doce e suave...
Despertou-me para uma nova conscincia,
Os sagrados segredos do feminino.
O amor que nutre...
A cano silenciosa, ecoando em todo o meu Ser,
Sagrada a sua msica que me conecta com o seu esprito,
Sagrado o teu fruto que alimenta a minha alma,
Sagrada so suas fases e seus ritmos,
Sagrada a sua dana em espiral,
Seus troncos que agora me tocam,
Entrego-me por entre suas folhas,
As suas razes... A minha fora feminina.
Senhora dos mistrios profundos,
Os portais se abriram e por alguns instantes, pude estar em seu Reino.
Lies me foram passadas e outras reveladas...
Guardo seus ensinamentos com gratido e passo adiante...
Honrando os seus mistrios, reverencio a Me Macieira.
O feminino tocando o meu ventre e sentindo o seu pulsar...
Macieira que em poucos minutos pode me revelar...
A sua dana vem para curar e equilibrar...
O amor para despertar a doura de cada alma,
O feminino sagrado que gera os bons frutos.
Eu sou voc e voc sou Eu...
Desperta minha menina,
Meus braos agora esto a sua espera.
Venha conhecer o meu Reino,
E direi meus mistrios... O que lhe faz pensar e sentir na ilha sagrada.
Sim, sou Eu lhe esperando!
Macieira de muitos encantos e amores...
Ouo a sua voz em mim, Sagrada Macieira.
Sementes germinaram... Na dana da fertilidade!



Compartilhando vivncias

As minhas conexes com a majestosa Macieira aconteceram todas em vivncias, e meditaes, nos chs... Essa conexo foi permitida quando "despertei" para um de meus propsitos. Desde ento, ela vem me guiando. A Macieira o meu livro natural e prtico, uma ligao direta com o meu SENTIR, sempre me ensinando e orientando como agir.

Vivenciei momentos aos quais poderei desfrutar futuramente, a transformao algo que pulsa dentro do nosso Ser em essncia; quando bate forte, lembra um tambor cheio de sentimentos e emoes.

Comeamos a ouvir os sons que esto dentro de ns e nossos olhos ficam mais claros, como se tivesse tirado um vu... A intuio agua, pois nos mostra um caminho que sempre esteve presente no "velho mundo". Os Ancestrais tinham essa conexo com as rvores, vrios ensinamentos e misses eram passados atravs das "Vozes das rvores".

Uma conexo que conseguimos quando estamos abertos e em sintonia com a Natureza, passando mais tempo com ela, conversando, meditando e ouvindo os seus sons... Ento, de braos abertos fui ao seu encontro, quando ela me colocou nos seus braos, senti sua imensido, sua grandeza e, tambm, a de todas as rvores que nos sustentam.

Sentindo o calor me aquecendo, as folhas me acariciando... A sua voz doce e suave, conversou comigo com firmeza. Sagrada Macieira, gratido por estar comigo, inspirando o meu caminho. Sinto a sua presena forte e sbia em meu Ser.

Em cada Respirar...
Em cada Amanhecer...
Em cada Semente...
Pois agora somos UMA.

Bnos de Fertilidade /|\

Ogham Quert-Apple - A Macieira

A macieira representa uma escolha de amor e paixo, a beleza da vida e a juventude plena. Est ligada a Avalon, o Outro Mundo, a Ilha das Mas e o Ramo de Prata de Manannn.

Existe um poema Gals chamado "Avellenau" onde Merlim, secretamente, revelou ao seu senhor a existncia de um pomar que era transportado de lugar em lugar, para encantar todas s viagens. Ao ignorante, no entanto, no era permito comer desta fruta, pois dentro da ma continha o formato do pentagrama. Corte perpendicularmente a ma e os seus segredos sero revelados de forma mgica.

Avalon, a ilha das Mas (Aval = ma) o nome da ilha mtica, onde o Rei Arthur foi conduzido para junto de sua irm Morgana, a fim de ser curado das suas feridas mortais. aquela ilha onde est o paraso dos Deuses e dos Heris Celtas, o lugar onde se encontram as macieiras da sabedoria que confere imortalidade aos que nela chegam. Em vrias mitologias, a macieira considerada sagrada e venerada como a "rvore do Conhecimento".

Que assim seja!

Por Lunna Alssah
Poetisa, Vocalista, Sacerdotisa da Terra e Danarina do Ventre.

Citao:
"A Mulher o Poder da Criao."
Alssah, Sacerdotisa da Terra
www.alessahceltic.blogspot.com

Para ler os artigos de Alssah Lunna, clique aqui.
Direitos Autorais

A violao de direitos autorais crime: Lei Federal n 9.610, de 19.02.98. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus autores. Referncias bibliogrficas e endereos de sites consultados na pesquisa, clique aqui.

"Três velas que iluminam a escuridão:
Verdade, Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.

Go raibh maith agat... Obrigada!
Rowena A. Senėwėen