Início Login     

Morrigan: A Grande Rainha

Enviado em 26/11/2008 (5495 leituras)

Imaginem uma mulher extremamente alta, cabelos castanhos escuros longos at a cintura que serviam como uma espcie de capa sobre os ombros, olhos penetrantes to negros como a noite, pele branca quase translcida e corpo de msculos bem delineados que no deixavam de revelar encantos femininos sem par e fazer qualquer um pensar nos prazeres carnais que ela poderia oferecer.

Agora no se deixem enganar por sua bela aparncia, pois detrs delas h uma guerreira implacvel, caadora das mais hbeis, mestra no manuseio de qualquer arma e invencvel no combate por sua fora descomunal e invulnerabilidade.

Alis, em qualquer batalha, seja entre Deuses ou mortais, l estava ela liderando tropas com um grito de guerra to alto quanto o de dez mil homens e plenamente armada at os dentes onde se destacava em sua indumentria de combate as duas lanas da mais pura prata que carregava nas mos (quando lanadas capazes de partir ao meio o avano de um exrcito inimigo e destroar em pedaos os quem estivesse mais prximo).

Ela tambm tinha poderes mgicos como o de cegar os inimigos jogando sobre o campo de batalha uma nvoa penetrante bem como tambm dotada do dom de mudar sua forma humana para de um corvo carniceiro, lobo ou mesmo de uma anci de aparncia bem inocente. Conhecendo bem tanto o poder curativo das ervas e razes quanto a maneira de us-las como um veneno mortal.

Esta em poucas palavras a descrio de Morrigan, cujo o nome em galico significa Grande Rainha, a Deusa celta da guerra. Ao seu lado, seguindo-a para todo lado como um sqito de uma rainha, haviam as suas no menos importantes irms: Fea (chamada de a Odiosa ), Nemon (conhecida tambm popularmente como a Venenosa ), Badh (atendendo pelo apelido sugestivo de a Fria ) e Macha.

Nemon e Fea eram ambas esposas do famoso Nuada da Mo de Prata, um dos reis dos Tuatha D Danann (Povo da Deusa Dana), que em combate com Sreng dos Fir Bolgs (antigos habitantes da Irlanda e tribo aliada dos Fomorianos) teve a mo decepada e depois substituda por uma mo de prata feita atravs das incrveis habilidades de Diancecht (Deus galico da medicina) at ser restituda por Miach e Airmid (filhos de Diancecht). Em poder se comparavam juntas a fora de Morrigan.

Macha regia os pilares nos quais eram empaladas as cabeas dos guerreiros mortos em combate para qual eram feitos pelos celtas o culto da cabea na idia de ser assim capaz de capturar o esprito dos inimigos. Diziam que Macha vivia a cantar nos campos de batalha, com uma voz bela e magntica que tinha o poder de enfeitiar os inimigos e lev-los a loucura ao ponto de cometerem o suicdio.

Por sua vez, Badh vinha com suas irms para animar os combatentes dos quais estavam ao seu lado na batalha para assim inspir-los a ficarem cada vez mais ferozes, afastando o medo da morte do corao e o receio da derrota. Era individualmente a irm mais prxima no contato com Morrigan, atuando como sua conselheira e confidente.

Curiosamente a Grande Rainha, sempre vitoriosa no combate, acabou vencida pelo amor no correspondido de Cuchulainn (o grande heri celta) sendo atingida de uma forma mais dolorosa do que em qualquer ferimento obtido em batalha.

Ironicamente, o Amor foi a arma que finalmente derrotou a invencvel Morrigan!

Por Ioldanach
Ioldanach se define como auto-didata e celtista amador que tem como linha de pesquisa tratar o assunto de maneira objetiva e da forma mais cientfica possvel.

Citao:
"Sou um celtista aficionado a cultura celta."
Canal Celta
www.worldceltic.blogspot.com

Para ler os artigos de Ioldanach, clique aqui.
Direitos Autorais

A violao de direitos autorais crime: Lei Federal n 9.610, de 19.02.98. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus autores. Referncias bibliogrficas e endereos de sites consultados na pesquisa, clique aqui.

"Três velas que iluminam a escuridão:
Verdade, Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.

Go raibh maith agat... Obrigada!
Rowena A. Senėwėen