Pesquisa
Menu Principal
LIVRO

Versão revisada 2020 ®
Informações: clique aqui.

Loja Virtual - Anam Mór ®
E-BOOK DO LIVRO

ADF
Grupo Filiado

Agradecimentos
Aon Celtic Art
Licença Creative Commons

Irlanda Ancestral

A Irlanda foi preservada na tradição como um dos poucos países que permaneceram sem a influência direta dos romanos. A história irlandesa abrange desde os primórdios da história celta, entre 430 a.C. até os meados de 1533 d.C., início da idade moderna no mundo ocidental, promovendo a formação e o desenvolvimento político-social, econômico, cultural e religioso de Dublin, sua capital e maior cidade da Irlanda. O nome da capital em inglês deriva da palavra irlandesa "Duibhlinn", que significa "Lago Negro".

Conforme descreve o arqueólogo irlandês Robert Alexander Stewart Macalister, com o conhecimento do ferro e da arte importada da Gália, vieram também o conhecimento do alfabeto latino; embora os manuscritos ainda fossem desconhecidos, uma pequena classe de alfabetizados se desenvolveu, e as lendas até então transmitidas oralmente pelas pessoas ou por seus bardos passou a ser escrita.

É neste período que devemos atribuir o início da história escrita, promulgações legais e poemas rapsódicos que formam a base da literatura irlandesa existente. Podemos caracterizá-la como sendo:

- Proveniente de caráter mitológico, repleta de heróis e lendas etc. Não há nada estritamente histórico ou meramente filosófico. O objetivo era somente "cantar a glória" de seus reis e príncipes, principalmente no que se referia às batalhas que lutaram os seus ancestrais.

- Uma sociedade heroica e aristocrata que admirava a lealdade, a coragem, a honra e a hospitalidade.

- Algumas vezes os Deuses interferiam nos romances dos mortais, como nos contos gregos; tanto Eles quanto o Outro Mundo são bem presentes.

- Quase sempre existe um tipo de padrão "romântico" que é repentino, obsessivo e que dura até a morte. Às vezes, trazendo mágoas ou tristezas.

- As tradições irlandesas e galesas foram feitas pelos poetas das cortes, em prosas e não em poesias. Elas podiam ser sátiras, lamentos ou louvores.

A Literatura Ancestral da Irlanda foi transcrita por monges e divididas em ciclos, da seguinte maneira:

1. Ciclo Mitológico Irlandês: a história mítica da Irlanda começa com uma série de invasões até a chegada dos Milesianos, os filhos de Míl Espáine.

2. Ciclo do Ulster: descreve o reinado de Conchobar Mac Ness, Rei de Ulster, no início da era cristã e os feitos do herói CuChulainn. Inclui os feitos dos guerreiros Ulaid e a história principal da famosa Invasão do gado de Cooley - o "Tain Bó Cúalnge". Onde CúChulain defende o Ulster sozinho.

3. Ciclo Feniano: considerado como o ciclo das histórias populares, escritas aproximadamente dois séculos mais tarde que o ciclo de Ulster, conta à trajetória de Finn Mac Cumhail e os Fianna. Considerado como histórias mais "recentes" e que foram transcritas por último.

4. Ciclo Real: histórias e feitos dos reis Milesianos, que inclui períodos históricos do Ciclo do Ulster, conhecido como Ciclo dos Reis ou Ciclo Histórico.

Dolmen The BurrenPodemos dar algumas descrições dos ciclos coletados na literatura irlandesa. Esse material é encontrado em vários livros como: "O Livro de Leinster", "O Livro de Lecan", "O Livro Amarelo de Lecan", "O Livro de Balymote", "O Livro de Lismore" e diversos outros manuscritos, com datas e narrações diferentes. Datar os contos da mitologia irlandesa é tarefa difícil, a maioria foi escrita durante a Idade Média e não na Irlanda Antiga. Antes do século 5 d.C., nenhuma dessas histórias parecem ter sido descritas da mesma forma.

A Irlanda do século 12, foi um período de grandes recuperações literárias, com o ressurgimento da literatura e a reforma do aprendizado. As Baladas de Poesia se transformaram em Baladas Fenianas, um diálogo entre Oisin, filho de Finn e St. Patrick. Portanto, os contos podem ser agrupados em histórias do Outro Mundo e suas viagens míticas (imramma), onde o herói embarca numa jornada à Terra das Fadas; esses contos têm seus correlatos galeses que inspiraram as lendas arthurianas.

No livro de Leinster, os contos são agrupados conforme os temas, que são sobre: o significado dos lugares (dindsenchas) destruição, roubo de gado, cortejo, lamento, etc. O Ciclo Mitológico é anterior ao ciclo de Ulster, pois existem cópias mais antigas. A maior parte do conhecimento da Irlanda Celta e sua mitologia estão na Batalha de Moytura ou Cath Magh Turedh.

O cristianismo irlandês

Texto em revisão. Aguarde!

Cruz Irlandesa

Fontes para estudo e pesquisa:
Ireland in Pre-Celtic Times - R. A. S. Macalister
National Folklore Collection: Manuscript Collections
Oxford Bibliographies - Article: Celtic and Irish Revival

Rowena A. Senėwėen ®
Todos os direitos reservados.
(Texto atualizado em 22/09/2020)


Indique esta página a um amigo! Preparar para Impressão 
Direitos Autorais
Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Favor não alterar o texto. Para saber as referências bibliográficas e endereços de sites consultados na pesquisa dos nossos textos e artigos, clique aqui.

"O mundo está repleto de coisas mágicas,
 esperando pacientemente o crescimento
da nitidez dos nossos sentidos."
Poema de W. B. Yeats

Go raibh maith agat... Obrigada!
Rowena A. Senėwėen