Início Login     

16° Dia: Poesia

Publicado por Rowena em 10/3/2012 (3729 leituras)

A arte da transmisso oral de modo versado ou cantado um atributo brdico associado ao Druidismo moderno. A poesia que eleva e inspira a alma, despertada atravs da inspirao potica, como a bno e a cano, podendo ser proftica ou at mesmo nefasta na forma de stiras ou maldies.

Bardos e poetas sagrados, conhecidos como "Fili" na tradio irlandesa, utilizavam os atributos da poesia para expressar sentimentos ou encantamentos, alm de descrever batalhas ou fatos histricos. Talvez, por causa da estrutura da composio potica ou das rimas, que soam bem aos ouvidos, facilitassem a memorizao dos contos e dos mitos, que por sua vez, eram passados adiante.

A memria, assim como qualquer habilidade humana, pode ser nata, como acontece com um virtuose ou adquirida, quando treinada. A respeito da memorizao, Endovelicon nos deu algumas dicas em sua postagem sobre a prtica mnemnica, que consiste em um conjunto de tcnicas que faz uso de associaes atravs de smbolos. A psicologia de Gestalt tem grande influncia nos estudos mnemnicos e amplamente utilizada at os dias atuais.

No ciclo mitolgico irlands temos alguns exemplos de poesia evocativa, envolta num clima de mistrio e retrica, recorrente nos clamores ardentes da batalha, conhecidas como "roscanna" - um canto mgico para conjurar as nvoas de invisibilidade (fath fiath) e o furor dos guerreiros.

Durante a invaso do Milesianos, Amergin recitou um poema antes de desembarcar nas terras da Irlanda, em um mar agitado pela magia drudica das Tuatha D Danann, a uma distncia de nove ondas - que simboliza o limiar entre os mundos - invocando a soberania na posse da terra.

"Eu canto que possamos recuperar as terras de Erin,
Ns que temos vindo sobre as altas ondas do mar
At esta terra cujas montanhas so grandes e extensas,
Cujas correntes das guas so claras e numerosas,
Onde as matas so abundantes e carregadas de frutas,
Seus rios e cachoeiras so extensos e brilhantes,
Os lagos so amplos e profundos,
Repleto de fontes, por razes elevadas!
Que possamos ganhar poder e domnio sobre suas tribos.
Que tenhamos uma assembleia para tomar decises em Tara.
Que Tara seja a residncia rgia dos filhos de Mil.
Que o Milesianos possam ser os vencedores deste povo.
Que a nossa ncora fixe os navios em seus portos.
Possa Eremon ser o primeiro monarca
E os descendentes de Ir e Eber, reis poderosos.
Eu canto que possamos recuperar as terras de Erin!"

Este encantamento provou ser eficaz, pois uma calmaria se fez sobre o mar. Outro exemplo, no final da Segunda Batalha de Magh Turedh, Morrighan faz a seguinte profecia (fistine) - traduo inspirativa:

"Paz para o cu
Cu para a terra.
Terra sob o cu,
A fora para todos,
Um copo bem cheio de mel;
Hidromel em abundncia,
Vero no inverno,
Paz at o cu...
Pois no verei um mundo
Que ser ser caro para mim:
Vero sem flores,
Gado sem leite,
Mulheres sem modstia,
Homens sem valor,
Tribos sem lei,
Conquistas sem um rei...
Mar sem um mastro
E uma mata improdutiva.
Tolo julgamento dos velhos.
Precedentes falsos de advogados.
Cada homem um traidor,
Cada filho um ladro.
O filho vai para a cama de seu pai,
E o pai para a cama de seu filho.
O filho vai enganar o seu pai,
E a filha enganar a sua me..."

Finalmente, citaremos Brighid, a Senhora da poesia, que trazia bnos ao lar, mas ao mesmo tempo, como Brg Ambue, inspirava os bardos a comporem maldies cantadas ou stiras, chamadas de "Brocht Cinte". A stira potica, tambm, est presente durante a Segunda Batalha de Magh Turedh, quando o poeta Coirpre amaldioou o tirano Bres pela falta de hospitalidade em sua casa, que logo ficou com o rosto cheio de bolhas e acabou devolvendo o trono Nuada.

Essa a fora mgica e potica das palavras!



Rowena A. Senėwėen
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo.

Website:
www.templodeavalon.com
Brumas do Tempo:
www.brumasdotempo.blogspot.com
Trs Reinos Celtas:
www.tresreinosceltas.blogspot.com
Todos os direitos reservados.
Direitos Autorais

A violao de direitos autorais crime: Lei Federal n 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referncias bibliogrficas e endereos de sites consultados na pesquisa, clique aqui.

Navegue pelos artigos
Artigo prvio 15° Dia: Histórias 17° Dia: Ética Prximo artigo

"Três velas que iluminam a escuridão:
Verdade, Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.

Go raibh maith agat... Obrigada!
Rowena A. Senėwėen