Céad mille fáilte!

CONSULTA DO ORÁCULO

Pesquisa
Menu Principal
LIVRO

BRUMAS DO TEMPO
Poesias, pensamento e ritos druídicos - livro na versão impresso ou e-book.

Informações: clique aqui.
Links

Agradecimentos:
Aon Celtic Art
Licença Creative Commons


A Meditação do Arco Solar

Enviado em 20/12/2011 (1313 leituras)

Sente-se confortavelmente, acenda um incenso ou defume o local com alguma essência, coloque fogo no caldeirão ou acenda uma vela, toque o tambor ou outro instrumento, feche os olhos, respire três vezes e comece. Você não é mais humano.

Você é o Sol. Com sua coroa reluzente de fogo eterno, sua espada de ouro maciço, sua veste de linho puro e anel de todas as alianças e povos. Você é o soberano que está na fronteira do seu reino, o horizonte da Terra. Em sua carruagem, de pura madeira, você se impõe perante todo inimigo obscuro da noite. Levanta sua cabeça e expurga a escuridão do seu reino. Alguns tentam te atacar, mas sua espada é feita do metal mais cortante que há, o ouro. De tão nobre que é esse metal, ele não fere as vítimas da batalha, ele lhes concede a luz. E as sombras vão se convertendo em seu exercito poderoso, encantado pela noite.

Agora as sombras são centelhas de luz que lutam a seu lado. Sua carruagem vai elevando-se pelo caminho do céu e vai conquistando o reino que foi tirado de você. Jovem e forte, destemido e corajoso, você vai criando um horizonte colorido, saudados por muitos. As estrelas da noite se curvam diante do Astro Rei. Você é o Astro Rei. Sua carruagem é puxada por todos os animais vigorosos, como cavalos, cervos, lobos, búfalos, felinos, águias, corujas, baleias, narvais, como também animais delicados, como roedores, sapos, libélulas, andorinhas, cisnes, entre outros.

Você já está alcançando o Trono das Estações. O Trono das Estações fica exatamente no meio do céu e você só chega nele ao Meio Dia, quando será nomeado rei. Depois de muita batalha, você triunfou sobre todos os seus inimigos obscuros e agora chega ao seu ápice total. Você senta no trono, fecha os olhos e reina soberano sobre toda a Terra.

Sua coroa brilha tanto, que faz a Terra parecer uma estrela. Sua luz é tão intensa e seu poder tão nítido, que nenhum inimigo ousa chegar perto de você. Todos os animais estão a sua volta, mansos e deslumbrados. Quando abre os olhos, percebe-se com seu poder limitado. Por seu descuido, a noite está convertendo seu exercito a favor dela. Você levanta do trono caminha até o seu declínio. Retira sua espada da bainha e faz um pequeno corte no braço, deixando seu sangue cair sobre a Terra. O Sangue da Aliança agora demonstra o seu sacrifício pelos povos. O exercito inimigo se multiplica e derruba os seus homens de luz. Bravos e corajosos, os seus guerreiros se sacrificam por você.

Você está protegido para seguir o seu destino, caminhando para o Oeste. Você está velho, fraco e cego. Sua Coroa já não reluz com tanto poder, sua espada enferrujou e sua veste sujou com o sangue que você derramou em sacrifício. Os seus inimigos se aproximam e estão sedentos da sua morte. Você rasteja para a morte na fronteira de seu reino. Quando todas as espadas estão contra você, as estrelas não te respeitam mais e a Lua chora por sua morte, você ergue sua mão por misericórdia.

Então, o Anel que carrega no dedo emite uma onda de energia que afasta seus inimigos de você. O Anel cria um céu de tons alaranjados, púrpuras e vermelho, junto ao azul marinho da noite.

Num último suspiro, você falece, em sacrifício da Noite.

Volte a ser humano. Abra os olhos. Volte e sinta-se pleno.

Feliz Alban Hefin!

/|\ Awen

Druida do Vento
Eu sou um jovem druida, andarilho de um velho caminho, que vive em um vale, entre os bosques retorcidos e pântanos mágicos. Escrevo o que é despertado pela Awen.

Druida do Vento:
www.druidadovento.blogspot.com
E-mail:
druidadovento@yahoo.com.br

Para ler os artigos de Druida do Vento, clique aqui.
Direitos Autorais
A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon e seus respectivos autores. Solicitações para reprodução devem ser feitas por e-mail. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Obrigado!

Comentários:

Fáilte... Cadastre-se para comentar | Login

Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Go raibh maith agat... Obrigado!