Início Login     

Druidismo - Além da história e da ciência

Enviado em 19/10/2010 (2485 leituras)

Stonehenge, Avalon e suas dimenses

Em tempos to modernos e distantes da antiga sabedoria ancestral, com tantas evidncias perdidas e at nunca encontradas, alm das brumas de Avalon e das Pedras de Stonehenge, templos distintos, h Stonehenge como uma ligao arqueolgica que levanta as maiores questes e causa questionamentos infindveis em os todos que pesquisam sobre este monumento. A sabedoria e a grandeza do passado. Temos, tambm, Avalon a Ilha das Mas, venerada e poetizada, romantizada pelos amantes e oportunistas. Mas de onde vem Avalon? Onde fica a Ilha das Mas?

Temos estes "paradigmas" para dar seguimento a este artigo escrito com a paixo de um tolo errante, mas que se orgulha de ostentar uma tradio que ainda hoje ofuscada pelos "estudiosos" e ceticistas, que teimam em enxergar um caminho espiritual, como o Druidismo, de maneira meramente cientfica, algo que no se pode rotular ou coisa parecida.

triste saber que assim como fizeram os Romanos no passado, ainda hoje, em tempos de busca pelo autoconhecimento e descoberta das verdadeiras razes, tenhamos que nos submeter a "historiadores" que se dizem sbios, apenas por devorarem centenas de livros de histria Celta ou de qualquer outra natureza espiritual/filosfica.

Quando algum se encontra em seu caminho espiritual, se depara com algo grandioso e inexplicvel, algo que vai alm das descobertas arqueolgicas e cientficas, a espiritualidade no se explica com to pouco. Vai muito alm e alm...

A cincia nossa aliada e nunca devemos nos prover de uma busca mais detalhada de como as coisas realmente aconteceram historicamente, infelizmente ou felizmente, nossa mente se nega a compreender os misteriosos caminhos da espiritualidade e a conexo divina que esto alm das fronteiras do ego. Somos dotados da mesma centelha da divindade, fora criadora capaz de nos conectar com o esprito das Pedras, dos Riachos e Lagos, dos mundos mineral, vegetal e animal. Nosso caminho se manifesta de acordo com esta conexo que nos "eleva" a magistral e deslumbrante fora que rege a vida na Terra.

Os dados e fatos cientficos devem servir de apoio a esta caminhada espiritual, como qualquer estudo e se faz indispensvel para que alcancemos nosso equilbrio, entre razo e emoo, mas devemos compreender que alm de razo e emoo, reina a nossa conscincia, a fora motriz da expanso da nossa divindade interior, que rege (para aqueles que buscam) a compreenso do real caminho e de nossa busca pessoal. E o que nos faz caminhar na bem-aventurana e no amor.

sabido que, praticamente, todas as "evidncias" sobre as prticas Drudicas se perderam no tempo e as informaes que se tem, foram apenas contadas por aqueles que as presenciaram do "outro lado" da "batalha", como Cezar ou por pessoas que tiveram suas crenas "mudadas" pelo imperialismo romano ou pelos monges copistas. Digamos que no se tratam de pessoas confiveis para se acreditarem na veracidade de seus relatos, pois as histrias das batalhas so contadas pelos vencedores e se torna inevitvel a tendncia a vangloriar o seu propsito. fato!

O que todos ns buscamos, nos dias conturbados de hoje, o valor que h muito se perdeu ou deturpou-se na prpria histria pela histria. O que se tenta, atualmente, atravs do Druidismo o resgate de um caminho digno de batalha, o direito de tentar compreender atravs da conexo sabedoria natural e ancestral, quem fomos, somos e at seremos. Acredito que chegar um dia em que as religies no sero mais necessrias para que se obtenha a experincia de absorver o conhecimento espiritual. Mas ainda se fazem necessrias, para que cada um busque sua luz em sua prpria escurido.

Stonehenge est l, de p, tangvel e imponente como uma colossal arquitetura ancestral e no importa o quanto a cincia tente explicar ou encontrar vestgios arqueolgicos, desvendem este antigussimo mistrio. Acredito que nunca conseguiro pelo simples fato, de que existem coisas que no devem ser explicadas, apenas sentidas e para mostrar que o homem no o dono da razo sempre.

Avalon est l, de p? Em nossos sonhos mais loucos, podemos nos ver sob as brumas deste lugar sagrado, onde os espritos vagueiam em harmonia com a Natureza, onde nossos ps no tocam o solo e podemos sentir o real significado da palavra amor... Seria Avalon, nossa Terra Prometida? O que nos levaria Avalon? Estaria Avalon, oculta no crculo de Pedras de Stonehenge, uma passagem secreta? Que sussurra nos ventos ou no canto dos Pssaros, o verdadeiro conhecimento?

Para mim, ser Druida est alm dos relatos histricos, cientficos ou arqueolgicos de qualquer mortal. Ser Druida tentar resgatar a conexo perdida, ouvir a voz das rvores e das Montanhas, das geleiras aflitas que derretem, do arder das chamas que devastam Florestas ou ouvir o choro dos bebs foca na ponta dos arpes de caadores inescrupulosos.

Ser Druida ter amor por tudo que vivo, festejar o nascer do Sol e a alva luz que vem da Lua, compreender as mudanas sazonais como real parte de seu corpo fsico e espiritual e buscar a cada dia, ser uma pessoa melhor ao alcance das experincias e vivncias de cada um.

Ser Druida buscar a voz ancestral que reside dentro de cada um de ns e que guia nossos caminhos rumo alvorada da alma. Alma desnuda em sintonia com todos os elementos.

"A busca pela sabedoria no se contentaria com todos os livros do mundo! Esta sabedoria livre de todo saber tradicional. Trata-se da sabedoria universal que no est escrita em livro algum, mas a qual o estudioso sincero facilmente tem acesso, pois ela existe para que o ser humano possa us-la e com ela, possa escapar do mundo dialtico que o aprisiona."

AWEN!!!

Por ldrich Hazel Ybyrapyt
Caminhante que busca o despertar da conscincia atravs da meditao e da compaixo.

Citao:
"Somos todos folhas da mesma rvore."
ldrich, filho da Aveleira
http://eldrichazel.blogspot.com

Para ler os artigos de ldrich Hazel Ybyrapyt, clique aqui.
Direitos Autorais

A violao de direitos autorais crime: Lei Federal n 9.610, de 19.02.98. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus autores. Referncias bibliogrficas e endereos de sites consultados na pesquisa, clique aqui.

"Três velas que iluminam a escuridão:
Verdade, Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.

Go raibh maith agat... Obrigada!
Rowena A. Senėwėen