18. Urze (Úr/Heather = U)

Publicado por Rowena em 11/6/2013 (10488 leituras)

A Urze simboliza a ligação com o “eu interior”, o amor altruísta e a cura, tanto física como espiritual. É a intensidade da terra, a umidade do solo e os ciclos de crescimento e decomposição, morte e renascimento. A transição das fases da vida. Presságio: o poder da criação e a magia de renovação.

Floresce durante os meses mais quentes do ano em terrenos áridos e suas flores parecem pequenos sinos em forma de espiga. Fornecem uma importante fonte de alimento às abelhas, que representam o trabalho incansável, as uniões e interações na comunidade. A Urze tem ligação com as fadas brilhantes.

Além de explorar a botânica e suas reflexões contemporâneas, estude o folclore e os mitos relacionados a esta árvore. Boa leitura!

Rowena Ferch Aranrot ®
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo.
(Texto atualizado em 28/02/2024)


U, Úr  >+++<
Urze - O Fid do Renascimento

Pronúncia: Oor
Tradução: Terra, solo, argila
Nome científico: Calluna Vulgaris
Irlandês: Fraoch
Galês: Grug
Inglês: Heather
Significados básicos: Morte, cura física e espiritual
Classe: Camponês
Cor: Usgdha, “cor de resina”

Bríatharogaim:

Bríatharogam Maic ind Óc
Úr: sílad cland "propagação das plantas"

Bríatharogam Con Culainn
Úr: forbbaid ambí "mortalha de um morto"

Bríatharogam Morainn mac Moín
Úr: úaraib adbaib "em habitações frias"

Comentários:


Úr é a Urze. O rico néctar da Urze é muito apreciado pelas abelhas. Dizem que o mel desta planta também era estimado pelos celtas devido às suas propriedades curativas. Por sua vez, as abelhas eram consideradas as mensageiras dos Sídhe. Elas podiam percorrer o caminho da luz solar até o mundo dos espíritos, de onde retornavam do submundo com muito mais sabedoria, beneficiando todos aqueles que saboreassem o seu mel. Consagrado como um alimento divino, esse mel podia produzir a cerveja e o hidromel, conhecidos como as bebidas preferidas dos Deuses. Em Beltane, os galhos de Urze eram carregados três vezes ao redor do fogo sagrado para proteger os moradores da casa contra o mau-olhado. Simboliza o Solstício de Verão.

Frase de ligação ao Ogham: "Conhecimento da Filosofia. Reflexão sobre Germinação e Decomposição."

Palavras-chave & Augúrios


Mensagem: frescor, união, consumação e aceitação. Ilusão, desejo, conflito e manipulação.

Augúrios: união, casamento, fusão de forças, transformação, boa sorte. Amor opressivo, perda de identidade e falta de limites.

Coirí Filidechta - Os Caldeirões da Poesia


  1. Coire Goiriath (Caldeirão do Aquecimento), físico: escute a mensagem do seu corpo. O tempo da cura é agora. Atente aos sinais.

  2. Coire Érmai (Caldeirão do Movimento), emocional/mental: não se permita ficar mais tenso. Volte-se para dentro de você a fim de obter cura e alívio. Outras questões podem esperar.

  3. Coire Sois (Caldeirão da Sabedoria), espiritual: ligue o interior com o aspecto superior de sua consciência para curar-se e ficar inteiro, construir a base para o que virá depois.

Baseado nos textos de Bellouesus Isarnos
Considera-te recepcionado, com meus votos de encontrares aqui algo que desperte teu interesse ou que não te entedie.

Nemeton Beleni:
https://nemetonbeleni.wordpress.com

Navegue pelos artigos
Artigo prvio 17. Tojo (Onn/Gorse = O) 19. Choupo (Edad/Aspen = E) Prximo artigo
Direitos Autorais

A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referências bibliográficas e endereços de sites consultados na pesquisa, clique aqui.

"Três velas que iluminam a escuridão: Verdade,
Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.